Blogoosferando: [LIVRO] Tempestades de sangue - KEL COSTA

- See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2012/10/pop-up-like-box-facebook-blogger.html#sthash.6bFcsH3N.dpuf
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[LIVRO] Tempestades de sangue - KEL COSTA



Sinopse: Durante o último ataque de mitológicos à Fortaleza Negra, Sasha, sofreu perdas irreparáveis. Agora, só o que ela quer é juntar os cacos e seguir em frente. Mas, quando menos espera, ela se depara com um esquema de tráfico de sangue dentro da Fortaleza e resolve usar essa informação para se aproximar de Klaus, o líder dos Mestres vampiros. Enquanto isso, Mikhail, viaja na companhia dos irmãos numa caçada aos mitológicos, e está concentrado em encontrar seus inimigos e dar fim ao grupo que atacou a Fortaleza. Mal sabe ele que enquanto isso, Sasha está se arriscando para desvendar todo o mistério que envolve o tráfico de sangue, ao mesmo tempo que tenta se reaproximar do cientista Blake Campbell e descobrir mais sobre a Exterminator, a arma criada para exterminar os mitológicos, mas que também pode ser uma grande ameaça para os vampiros. Será que Blake está tramando contra os Mestres? Sem que imagine, as investigações de Sasha a levam a percorrer um caminho sem volta que acaba se transformando no seu pior pesadelo.

Autor: Kel costa
Editora: Jangada
Páginas: 304
Ano: 2015
I.S.B.N. 9788555390210
Série: Fortaleza Negra

Em primeiro momento, se você está lendo essa resenha sem saber muito bem sobre a série, eu recomendo você ler primeiramente a resenha do primeiro livro lançado pela autora, Fortaleza negra, vou deixar o link (aqui).

Com os acontecimentos no final do primeiro livro, acontecimentos esses que abalaram as estruturas da fortaleza negra e da nossa querida Sasha, a continuação da saga recomeça de onde parou o primeiro livro. Ficamos sabendo como nossa querida protagonista está lidando com suas perdas, além de saber mais detalhes de outros personagens.

“- Alguma coisa você deve fazer muito bem para que Mikhail já tenha arranjado briga com três irmãos por sua causa – Página 148”

No primeiro livro a autora introduz o leitor, brilhantemente, ao enredo da estória, já no segundo livro temos cenas de rotina dos personagens, onde podemos conhecer melhor os vampiros e os humanos, retratados no livro. Na minha opinião, essas cenas de diálogos que são teoricamente monótonas, ajudam a estruturar o enredo da série, além disso, ajudam a conectar o leitor com os personagens.

Apesar do clima tenso que envolve o livro, temos cenas hilárias que eu me diverti muito. Além disso, temos várias atrapalhadas que a protagonista se envolve, que eu garanto a vocês que são cenas maravilhosas.

“ O muro brilhava de tanta água que caía por ele, como uma cachoeira. Minha Nossa Senhora Protetora das Adolescentes Apaixonadas por Vampiros Gostosos, como ele poderia se segurar naquilo? – Página 164”

No livro temos poucas cenas românticas entre a Aleksandra e o Mikhail, apesar dessas poucas cenas, podemos observar que apesar da grande diferença entre os dois personagens os dois se conectam de uma forma muito bonita. Não importando distancia que os dois estejam um do outro, existe algo que eles não entendem (amor) que conecta esses dois personagens de forma natural.

“ – Você me colocou num pedestal e me enxergou da forma como lhe era mais cômoda, Aleksandra. No entanto, você esquece quem eu sou e o que faço. Matar é, sem dúvida, uma das coisas que mais gosto de fazer e o que faço melhor. – Página 258”

Consegui adquirir um pouco de afeição pela Sasha, apesar dela me irritar um pouco nesse livro, pois ela arrisca sua integridade física várias vezes para tentar desvendar todo o mistério que envolve o tráfico de sangue, retrato no primeiro livro, ao mesmo tempo que tenta se reaproximar do cientista Blake Campbell e descobrir mais sobre a Exterminator, a arma criada para exterminar os mitológicos, mas que também pode ser uma grande ameaça para os vampiros.

Nossa querida protagonista é um imã para confusão, em muitas cenas do livro eu me divertia ou ficava irritava durante a leitura do livro. Ao mesmo tempo que ela se torna a “heroína” ela também passa a sensação de garota inocente que precisa de algo para passar o tempo enquanto seu grande amor está caçando os mitológicos.

Meu personagem favorito desse livro é o Kurt, amigo gay da sasha, que assim como no primeiro livro conseguiu um grande destaque no enredo. O Kurt apesar de muito divertido, proporcionando muitas risadas durante a leitura do livro, passa por momento complicados nesse volume da série, protagonizando uma das cenas mais comovente que li esse ano. Nessa parte do livro temos o início do final, que se acabar da forma que imagino eu vou ficar muito depressiva depois (risos).

É muito complexo resenhar o segundo volume de um livro, pois eles sempre têm informações valiosas sobre o enredo e qualquer detalhe a mais que eu falar poderia acabar com a experiência de leitura de outra pessoa.

“Quando Aleksandra entrou por aquela porta, eu quase pulei no pescoço dela. Minha vontade era matá-la para fazê-la parar de cometer atitudes inconsequentes. De todas as idiotices que ela poderia fazer, aquela era sem dúvida a pior.- Página 270”

Depois de alguns dias da leitura do livro eu ainda estou chocada com o final, que nos deixa com os olhos arregalados sem saber muito bem o que pensar. As últimas linhas do livro são tão chocantes que me deixou com a curiosidade muito aguçada esperando o próximo volume. O mais triste nisso tudo é que o 3º volume apenas será lançado em 2016. A ansiedade e curiosidade estão me corroendo para saber o desfecho que a autora irá dar.


Recomendo a leitura desse livro a todo mundo, pois a querida Kel costa está arrasando na escrita. É uma autora brasileira que merece todo apoio e carinho, onde conseguiu escrever uma série de livros que não deixa a desejar em nada.

Um comentário:



Anúncio