Blogoosferando: Diário de uma estudante de direito # 37 - Atualização sobre estágio

- See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2012/10/pop-up-like-box-facebook-blogger.html#sthash.6bFcsH3N.dpuf
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Diário de uma estudante de direito # 37 - Atualização sobre estágio

Esse lindo prédio da foto é o Departamento de Policia Federal do estado de São Paulo, lugar que estagiei durante 11 meses (2015/2016) e que sinto muita falta todos esses meses posteriores da minha saída.

No mês de fevereiro desse ano, por indicação de um babaca que eu pensei ser meu amigo, eu realizei o concurso de estágio da Defensoria Pública do estado de são Paulo e passei em 1º lugar. Sabendo da minha saída, eu comuniquei aos meus superiores e aguardei meu nome sair no Diário oficial, para oficializar tudo.

A delegada que me orientava me emprestou durante 2 semanas para outro departamento, para eu conseguir ter experiência em inquéritos policiais, pois na delegacia que eu fazia parte somente lidávamos com processo administrativo.

Durante esse período de empréstimo, minha avó adoecei muito e eu pedi para me desligarem antes. Isso ocorreu no dia 16/03, eu mal me despedi das pessoas, fui até meu setor peguei minhas coisas, passei na delegacia que estava emprestada e me despedi e depois passei no RH e resolvi tudo.

Saindo de lá eu fui até a casa dos meus avós, ficamos o resto do dia todo lá esperando notícias, até que no dia seguinte minha avó veio falecer e foi um baque emocional gigantesco, pois, o câncer já tinha tomado conta de todo o organismo dela, e o coração não aguentou causando uma parada cardíaca.

Eu tive 15 dias para me “recuperar” antes de entrar no novo estágio. Chegando finalmente a semana da minha posse eu já tive problemas no primeiro dia, pois o RH da Defensoria me acusou de estar em dois estágios ao mesmo tempo, já que a Polícia não me tirou do cadastro do CIEE. Eu já comecei com uma dorzinha de cabeça.

Me colocaram em uma sala e fiquei lá sentada olhando para o teto o dia todo, até chegar a defensora que eu trabalharia. Qual não foi a minha surpresa que essa pessoa era um ser desagradável, arrogante e sem um mínimo de educação.

Eu não vou perder meu tempo e energia relembrando de muitas coisas, mas ela gritava e era super arrogante. Fiquei nesse lugar horrível durante 3 semanas e tive que sair antes que ficasse com uma pneumonia.

Eu adoeci na primeira semana de estagio e não conseguia melhorar por nada, até que depois de uma prova eu quase desmaiei na faculdade e tiveram que me levar para a sala dos bombeiros de cadeira de rodas. Quando eu estava aguardando, um bombeiro conversou comigo e meu amigo estava ao lado contou a história de tudo que tinha acontecido, o bombeiro falou:

- “ Não quero me intrometer na sua vida, mas você é nova! Está perdendo tempo em um lugar que está acabando com sua saúde psicológica, com uma pessoa que não irá te ensinar nada e você apenas ira perder tempo e saúde, se fosse minha filha eu pediria para ela sair dessa e procurar algo que devolva o brilho da vida. ”

Eu acabei faltando no estágio no dia seguinte, e quando eu voltei a estagiaria que era mais bruxa que a defensora foi super arrogante comigo e me tratou pessimamente, começou a querer me forçar a fazer coisas que somente iria me fazer piorar, como: ir no deposito de caixas cheio de pó, ir em um local que o ar condicionado era geladíssimo e ir várias vezes ao fórum a pé no sol de meio dia.

Eu comecei a observar que aquele não era meu lugar, que apesar de eu ter estagiado em dois órgãos públicos anteriormente e a experiência ter sido esplêndidas, aquele lugar não iria me ajudar em absolutamente nada.

Até que pedi meu desligamento e tive outra dor de cabeça, já que me pagaram apenas 2 meses depois. Muitos amigos e professores me orientaram a ir na justiça reclamar, já que me deixaram sem contrato de estágio e me enviavam para rua todos os dias, além do tratamento péssimo que eu recebi. Preferi não perder meu tempo com isso e deixar a vida mostrar para essas pessoas que exista a lei do retorno.

Desde então eu não estou estagiando, consegui diversas entrevistas, porém, todas muito longe ou precisava da carteirinha da OAB de estagiário. Eu apenas consigo solicitar a minha se eu estiver estagiando, então preciso esperar ter sorte de achar um lugar que espere eu entrar no estágio para depois solicitar a carteirinha.

Pretendo fazer estágio na área trabalhista, que é hoje a matéria que mais amo na faculdade, estou ainda nessa situação pois estou aguardando uma vaga legal e que eu aprenda de verdade. Espero até agosto trazer notícias boas em relação a estagio para vocês, pois até agora eu apenas estou tendo decepções.


3 comentários:

  1. Querida Babi, que história menina!
    Lembre-se: O tempo do Senhor é perfeito. Quando nos rendemos, nos sentimos livres. Ainda que você possa não entender exatamente o que Deus está fazendo, pode confiar: Ele está agindo. Entrego a Ti as minhas preocupações e deixo o resultado nas Tuas mãos. Peça a Deus: Ajuda-me a descansar ciente de que o Teu tempo é perfeito e justo. Em nome de Jesus, a Bíblia diz assim: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3:1) amém!”💛Simplesmente Princesa
    Bjnhs e sucesso sempre 💛

    ResponderExcluir
  2. Esqueci de dizer que estou te seguindo e te convido a conhecer meu blog e siga também, ficarei feliz em tê-la como seguidora!
    Não precisa deixar visível este comentário! pode excluir depois de ler.
    Bjnhs

    ResponderExcluir
  3. Nossa!o mais importante foi sua visao da lei do retorno,tmb estou passando uma situaçao no trabalho por estar gravida e penso em sair,sei que minha saude e do baby e mais importante.
    desejo que DEUS te abençoe e consiga um estagio perfeiTO
    BJUS

    ResponderExcluir



Anúncio